terça-feira, 29 de abril de 2014

NOVA IGUAÇU INICIA VACINAÇÃO CONTRA GRIPE



Nova Iguaçu iniciou a vacinação contra a gripe no dia 24 de abril. Este ano a campanha nacional acontecerá até 9 de maio e traz a novidade da ampliação da faixa etária entre o público infantil: crianças entre seis meses e menores de cinco anos poderão receber a vacina. Em 2013, a dose só era indicada para os pequenos entre seis meses e dois anos. O público-alvo da campanha também é composto por pessoas com 60 anos ou mais, trabalhadores de saúde, povos indígenas, gestantes, puérperas (mulheres até 45 dias após o parto), população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional. As pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis também devem se vacinar.

Felícia Barbosa de Queiroz, 22 anos, não perdeu tempo e levou a filha Ana Beatriz, 4 anos, ao Centro de Saúde Vasco Barcelos, no Centro. “Eu trouxe o meu filho de três meses para tomar as vacinas que são indicadas para a idade dele e aproveitei para aplicar a da gripe na minha filha. É importante manter as vacinas em dia e quando tem uma campanha como essa, a gente tem que vir porque faz bem pra saúde deles. Prevenir nunca é demais”, afirmou.

A vacina protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no inverno do ano passado — H1N1, H3N2 e influenza B —, conforme recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS). Para o secretário municipal de Saúde de Nova Iguaçu, Dr. Luiz Antônio Teixeira Júnior, a adesão da população é fundamental. “A gestão do prefeito Nelson Bornier preconiza a Saúde focada na prevenção. Muita gente acredita que a gripe é uma doença simples e que é bobagem tomar a vacina, mas esta campanha é voltada para os grupos que são mais vulneráveis às complicações da doença, como os idosos, as gestantes e as crianças. Nos idosos, por exemplo, a gripe pode evoluir para uma pneumonia rapidamente por conta das fragilidades que a idade impõe a esta parcela da população”, explica.

As pessoas que foram vacinadas no ano passado precisam receber uma nova dose, já que a imunidade dura entre 6 e 12 meses. A composição da vacina e produção é anual, e pode mudar conforme os vírus que circularam no ano anterior. Também é importante lembrar que não é obrigatória a apresentação da caderneta de vacinação, mas este documento é necessário para atualização de outras vacinas do calendário de vacinação. A vacina só não é recomendada para quem tem alergia à proteína do ovo – usada na sua fabricação. Para ser vacinado, basta procurar um dos postos de saúde do município de segunda a sexta, de 8 às 17h.


Fonte: Prefeitura de Nova Iguaçu
Blogueira: Juliana Andrade - Face: Juju Tavares

segunda-feira, 28 de abril de 2014

SOBRANCELHAS FINAS OU GROSSAS?


As sobrancelhas são um ponto fundamental para dar harmonia ao rosto e equilibrar todos os traços. Além de emoldurarem o olhar, são elas que dão personalidade e caracterizam o olhar de cada pessoa. Dessa forma, na hora de escolher o formato da sobrancelha deve-se optar pelo modelo que mais se enquadra ao rosto de cada mulher.


Um dos principais erros cometidos pelas mulheres na hora de fazer as sobrancelhas é não respeitar o formato natural das mesmas, de modo a torna-las muito artificiais e sem sinergia com todo o resto do rosto. Além disso, muitas as afastam uma da outra de forma muito agressiva, fazendo com que fiquem distantes demais do nariz.

Sobre a opção dentre sobrancelhas finas ou não, isso dependerá muito do formato do rosto de cada pessoa. As sobrancelhas finas não devem ser usadas por mulheres de rosto redondo, uma vez que acabam tornando essa característica ainda mais visível. Do mesmo modo, sobrancelhas muito arqueadas e finas tendem a tornar o rosto mais envelhecido e, por isso, devem ser evitadas pelas mulheres que desejam transmitir uma imagem mais leve e jovial.

Paralelo a isso, sobrancelhas muito grossas podem dar impressão de sujas e mal feitas e, portanto, devem estar sempre bem aparadas e limpas. Para aquelas que não gostam das sobrancelhas grossas e bem marcadas, como nos formatos retos, a opção é ousar nos modelos arqueados e em curvaturas bem marcados, que mantém a sobrancelha elegante e, ao mesmo tempo, dão a elas um ar mais limpo e moderno.

Contudo, as sobrancelhas grossas e marcadas são a tendência do momento. Para as que tem sobrancelhas ralas e finas, a indústria de beleza e cosméticos já disponibiliza produtos e técnicas para resolver o problema, como o preenchimento de sobrancelhas, além da tradicional maquiagem para demarca-las e retocar falhas.

Fonte: Moda e afins
Blogueira: Juliana Andrade - Face: Juju Tavares

SEXO ORAL CAUSA MAIS CÂNCER QUE CIGARRO E ÁLCOOL 


O tabaco, substância presente no cigarro, e o consumo de bebidas alcoólicas sempre foram apontados como um dos principais fatores para desenvolvimento de câncer na região da garganta. Pois agora cientistas afirmam que o sexo oral ocupa o topo da lista entre os comportamentos de risco.

 Um estudo realizado pelo Instituto Nacional do Câncer dos Estados Unidos, constatou que o sexo oral é o principal causador do câncer de faringe (tumores que se originam na língua, palato, amígdalas ou garganta).

Segundo os pesquisadores, a incidência é maior do que no consumo de álcool e cigarro. E o culpado é o vírus do papiloma humano (HPV), que se propaga na região por meio do sexo oral. O número de casos aumenta a cada ano que se passa.

Fonte: Moda e afins
Blogueira: Juliana Andrade - Face: Juju Tavares

MANEIRAS PARA CLAREAR O CABELO NATURALMENTE


Todo mundo quer o cabelo mais leve no verão. Bem, talvez não todos, mas a maioria das pessoas preferem um visual mais leve para os meses mais quentes. Se você quer destacar seu cabelo durante o verão, mas prefere ficar longe de clareadores químicos agressivos, há várias receitas caseiras que você pode tentar. Estas receitas estão usando apenas ingredientes naturais para que não haja danos ao seu cabelo.
Aqui estão alguns diferentes métodos de clareamento que você pode tentar:

1. Mel e Vinagre
O mel é um grande ingrediente para o clareamento e o azeite nesta receita vai ajudar o cabelo a não ficar ressecado.

 Para fazer, você precisa:
2 xícaras de vinagre
1 xícara de mel
1 colher de sopa de azeite de oliva extra virgem
1 colher de sopa de canela

Você apenas tem que misturar os ingredientes e aplicar no cabelo úmido. Você pode usar uma escova ou pente para se certificar de que você distribuiu por todo o cabelo ou simplesmente aplicar apenas nos fios que quer destacar. Depois enrole o cabelo em filme plástico. Se você tiver uma, você pode colocar uma touca de banho ou touca de natação para manter o plástico no lugar ou apenas enrole uma toalha ao redor de sua cabeça.Você pode deixar a mistura durante a noite e lavar na parte da manhã. Não há necessidade de se sentar ao sol. Esta mistura funciona porque o mel tem um pequeno vestígio de peróxido de hidrogênio, que é um agente de clareamento. A canela juntamente com o azeite de oliva extra virgem ajudam a impulsionar o efeito de iluminação.

2. Chá de camomilaO chá, especificamente o chá de camomila, é um grande agente de clareamento. Você pode usar chá preto, se você gosta, mas a camomila oferece uma série de propriedades que ajudam a manter o seu cabelo liso e saudável. 

Para usar o chá, você precisa:
1 saquinho de chá
Água

Basta ferver a água e colocar o saquinho de chá por cerca de 10 minutos. Uma vez que o chá esfriar, basta lavar o cabelo com ele e deixar por cerca de 15 minutos. Você pode querer fazer isso duas ou três vezes antes de lavar com shampoo para obter energia e uma iluminação extra para o cabelo.

3. CanelaA canela não é apenas um grande clareador mas também cheira muito bem.

Ingredientes:
Canela em pó
Condicionador 

Você só tem que adicionar canela em pó a um pequeno punhado de condicionador e, em seguida, usar uniformemente no seu cabelo de cima para baixo. Você pode pentear a mistura para garantir que ele cubra uniformemente. Você pode usar uma touca de banho para manter o cabelo no lugar e deixar a mistura durante a noite. Lave com shampoo logo de manhã. Esta mistura é perfeitamente segura para o cabelo, assim você pode usá-la mais de uma vez se você quiser realmente ver destaques.

4. Vitamina C

A vitamina C é ótima para o cabelo. Não só para iluminar seus cabelos, mas também para mantê-los saudáveis. Basta pegar cerca de 8 ou 9 comprimidos de vitamina C, esmagá-los e misturar com o seu shampoo favorito.

5. VinagreSó enxaguar o cabelo com água e vinagre vai ajudar a iluminá-lo. É preciso um pouco de tempo para que isso funcione, por isso é melhor para aqueles que procuram uma iluminação gradual. Basta misturar uma parte de vinagre com 6 partes de água e lavar o cabelo. Deixe agir por pelo menos 15 minutos. O vinagre de maçã funciona melhor e cheira um pouco melhor.

6. Limão
E se você quiser uma velha receita, você pode simplesmente misturar um copo de água com cerca de 2 colheres de sopa de suco de limão e aplicá-lo ao seu cabelo. Em seguida, basta sentar-se ao sol até secar seus cabelos.

Fonte: Moda e afins
Blogueira: Juliana Andrade - Face: Juju Tavares
CAMINHADA ALERTA POPULAÇÃO SOBRE O COMBATE À DENGUE EM QUEIMADOS

A prefeitura de Queimados promoveu nesta segunda-feira, 28, mais uma marcha como parte das atividades de combate ao mosquito transmissor da dengue nos bairros Belmonte e Jardim da Fonte. O objetivo da caminhada contra a Dengue foi de incentivar a população e instituições sobre ações básicas para enfrentar o Aedes Aegypti. Mais de 200 pessoas acompanharam a Secretária de saúde, Dr. Fátima Cristina, abordando moradores e comerciantes sobre a importância de se manter os quintais limpos e os recipientes de água limpa fechados. Também participaram da ação, todo o efetivo de agentes de endemias da cidade e integrantes do Grupo Intersetorial de Combate à Dengue, criado pelo Prefeito Max Lemos, que conta com a participação dos principais setores do governo para ações conjuntas de combate e prevenção. 




Para a secretária municipal de Saúde, Dr. Fátima Cristina, a caminhada está sendo fundamental para reduzir os criadouros do mosquito na cidade. “Com este ato queremos chamar a atenção da população para que todos se engajem no combate à dengue. Se cada casa, cada família dispensar apenas 10 minutos do seu tempo por semana, para verificar os possíveis locais onde o mosquito possa se desenvolver não vamos ter nenhum doente. A melhor prevenção é a conscientização. Temos que tomar conta da nossa casa e da do vizinho também. A secretaria de Saúde está disposta a ter essa parceria com a população. Se alguém perceber que algo está errado é só nos comunicar que mandaremos um agente até o local e tomaremos as medidas cabíveis”, destacou a Secretária Dr. Fátima.


Queimados apresentou 1,65% de infestação do mosquito da dengue, de acordo com o último LIRA (Levantamento de Índice Rápido do Aedes Aegypti), apresentado em março de 2014, um dos menores do Estado do Rio. O levantamento foi realizado pelo setor técnico de monitoramento e controle de vetores do município. No entanto, de acordo com o coordenador, Eduardo Dutra Machado, este índice não impede uma epidemia caso a população relaxe nos cuidados com a saúde. “Algumas regiões ainda merecem atenção especial, por conta da grande incidência de depósitos para a proliferação do mosquito como pneus, poços, tanques e plantas como bromélias, como é o caso dos Bairros Belmonte e Jardim da Fonte” explicou Eduardo.

Conscientização na porta de casa

A dona de casa, Maria Helena, 73, moradora da Rua Luiza, no Bairro Jardim da Fonte, foi abordada por agentes de endemias e recebeu informações básicas sobre o combate ao Aedes Aegypti, como manter a caixa d´água fechada, pneus sem água e em lugares cobertos, bandejas de ar-condicionado limpas e sem água, piscinas e fontes sempre tratadas, pratos de vasos de planta com areia até a borda, entre outras. A pensionista ressaltou a importância da caminhada para alertar os moradores da região sobre os perigos causados pela dengue. “É sempre bom promoção de ações educativas. Faço a minha parte e espero que os meus vizinhos também façam a parte deles, para esse problema não existir em nossa região”, disse Maria.


A prefeitura de Queimados disponibilizou o telefone 2665-3939 para receber denúncias de pessoas que identifiquem lugares com água parada. A expectativa este ano é que o número de visitações a imóveis ultrapasse os registrados 76 mil em 2013.






Fonte: Prefeitura de Queimados
Blogueira: Juliana Andrade - Face: Juju Tavares


MESQUITA PARTICIPA DA ABERTURA DA XVII EDIÇÃO DOS JOGOS DA BAIXADA

Neste sábado, 26 de abril, representantes de Mesquita e de mais 12 cidades da Baixada Fluminense se reuniram na Vila Olímpica de Duque de Caxias, localizada no bairro 25 de Agosto, para a abertura da 17ª edição dos Jogos da Baixada, maior evento socioesportivo da região.
Um grande público também marcou presença na cerimônia,  além de Cidinho, mesquitense e jogador profissional de futebol do Botafogo.  O atleta acendeu a Pira Olímpica. “Estou muito feliz por poder estar aqui e incentivar a garotada. Acredito que daqui sairão excelentes profissionais. Estou torcendo pelos atletas mesquitenses”, ressaltou o jogador.
O prefeito de Mesquita, Gelsinho Guerreiro, enfatizou a importância dos Jogos da Baixada. “É muito bom para Mesquita estar presente neste evento com os demais municípios da Baixada. O objetivo de todos aqui é incentivar a prática esportiva, que tira as crianças da rua, desperta o sentimento de competitividade e estimula o crescimento”, disse o prefeito.
Este ano, mais de três mil meninos e meninas, com idades entre 14 a 17 anos, participarão de nove modalidades esportivas: futsal, futebol de campo, atletismo, voleibol, natação, handebol, xadrez, basquete e judô.
Fonte: Prefeitura de Mesquita
Blogueira: Juliana Andrade - Face:Juju Tavares

quinta-feira, 24 de abril de 2014

MANUAL DA VAGINA

1. Ela tem a medida exata
Pense em um tablete do chocolate Prestígio. Pois esse é o tamanho médio da vagina, com cerca de 8 centímetros (da vulva ao colo do útero). E quando você fica excitada, ela aumenta para 10 ou 15 centímetros. E ainda: o diâmetro pode crescer dez vezes mais. Toda essa elasticidade é uma sábia artimanha da natureza para “abraçar” pênis de diferentes tamanhos e facilitar a saída do bebê no parto normal.
2. Preste atenção no comecinho


A maioria das terminações nervosas responsáveis pela sensação de prazer encontra-se no início da vagina - mais precisamente nos 5 centímetros iniciais. Ou seja: tamanho do pênis dele não é mesmo documento.
3. Ela manda sinais de S.O.S.
A vagina envia mensagens claras para você: corrimento com características específicas. Pode ser mau cheiro, uma coloração acinzentada ou amarelada, acompanhado de coceira ou ardor ao urinar. Procurar um ginecologista.
4. Tem corrimento que é normal
Se ele não tem cheiro nem provoca ardência ou coceira, provavelmente trata-se de uma secreção produzida por bactérias do bem.  Elas funcionam como um exército, impedindo que microrganismos ruins, os que causam infecções, apareçam.
5. Banho, mas sem exageros
"A vagina é um órgão autolimpante. Quando a flora (formada por bactérias boas) está em equilíbrio, o ácido lático a mantém livre da proliferação de microrganismos indesejáveis", explica José Bento de Souza, ginecologista de São Paulo.
6. Fazer sexo é a sua diversão preferida
A  estimulação sexual ajuda a deixar os músculos vaginais saudáveis e em forma. Sim, como quaisquer outros do corpo, eles precisam de exercício. “Mulheres que passam cerca de quatro meses sem transar sentem a diferença quando retomam a atividade, pois a vagina perde um pouco da elasticidade”, diz o ginecologista Eliano Pellini, de Santo André, SP.
7. Adora um espelho!
Examinar a região genital, pelo menos de três em três meses, é uma ótima maneira de conhecer melhor o corpo e de perceber alterações que indicam se há algo errado. Repare se há nódulo, inchaço, verruga ou qualquer outro tipo de lesão, o que exige uma visita ao médico.
8. Ela pode ficar muito molhada ou pouco
Quando você está excitada, as paredes da vagina esquentam e começam a transpirar um lubrificante natural. Porém, assim como algumas mulheres suam mais do que outras durante a malhação, têm as que ficam mais molhadas lá embaixo — e as duas situações são normais.
9. Sabonete íntimo, usar ou não?
As farmácias estão cheias de produtos para a região genital, mas a opinião dos médicos não é unânime em relação ao uso deles. Enquanto alguns recomendam apenas sabonete neutro para evitar a desestabilização do pH vaginal, outros acreditam que o específico, por conter ácido lático, impede a proliferação de germes. Se está tudo bem lá embaixo, continue usando o seu de costume.
10. Cuide dela também fora de casa
Dois tipos de produtos ajudam você em situações de emergência: os lencinhos umedecidos Intimus, da Kimberly-Clark, e a Hygine, da Igefarma, uma espuma de limpeza íntima que funciona como uma espécie de sabonete, mas não precisa de água. Porém, para ficar longe de irritações, a regra é pegar leve: nada de usar esses produtos toda hora.
11. Sua alimentação faz diferença
Derivados de leite, iogurtes e bebidas lácteas enriquecidos com lactobacilos colaboram para manter a flora vaginal protegida. Já o álcool diminui a imunidade do organismo, o que pode deixar a vagina propensa a infecções.
12. Lábios perfeitos?
Assim como um peito costuma ser diferente do outro, os lábios vaginais também não são iguais. Essas assimetrias, supernormais, não interferem no seu prazer ou na sua saúde.
13. Cuidados que sua vagina adoraria que você tomasse:
Dormir sem calcinha; não usar meia-calça diariamente; não ficar com o biquíni molhado o dia inteiro; utilizar absorvente somente durante a menstruação e trocá-lo, no máximo, a cada duas horas e usar camisinha, sempre!
14. Você pode ajudá-la a combater certos inimigos
Mais chato que candidíase, só candidíase de repetição. Esse corrimento, causado por um fungo, tem aspecto leitoso e provoca coceira. Muitas mulheres enfrentam o problema várias vezes por ano. Para prevenir recidivas, alguns médicos têm lançado mão da fitoterapia, mandando manipular óvulos vaginais à base de melaleuca, uma planta com poder anti-séptico.
15. Ela é dura na queda
Embora o papiloma vírus humano (HPV) possa se alojar na vagina, é raro que a lesão evolua para um câncer por ali. "O canal vaginal tem um tecido mais resistente que o do colo do útero", diz Eduardo Tomioka, ginecologista de São Paulo. Quando há infecção por HPV na região, o tratamento é feito com cauterizações e aplicação de medicamentos. Não custa lembrar: 90% das contaminações acontecem por contato sexual com uma pessoa infectada. Os outros 10% são transmitidos via toalhas de banho, sabonetes.
16. Ela pode fazer barulho durante a transa
E você não tem como evitar isso, pois o problema acontece por causa do estilo do seu latin lover. Dependendo da forma como ele a penetra, permite a entrada de um pouco de ar na vagina. Esse mesmo ar sai quando o pênis é retirado fazendo aquele som de pum.
17. O clitóris é o anjo da guarda dela
Essa pérola do prazer ainda cuida para que a penetração não seja dolorosa nem cause fissuras no canal vaginal. Catherine Blackledge, autora do livro A História da V - Abrindo a Caixa de Pandora (Degustar), diz que, quando o clitóris é estimulado, ocorre um aumento de fluxo sanguíneo na região, sobretudo na vagina. Assim, ela aumenta de tamanho e fica lubrificada, no ponto para ser penetrada de um jeito gostoso e seguro.
18. Você pode produzir até 2 colheres (chá) de corrimento por dia
Isso durante a ovulação. É que nesse período, que corresponde à metade do ciclo menstrual, a vagina fabrica um corrimento semelhante à clara de ovo. Ele serve tanto para “limpar” a casa, levando para fora células mortas ou outras impurezas da região, como para carregar os espermatozóides para dentro do útero.
19. Dá para fazer plástica
Se você se sente muito incomodada com a aparência dela, saiba que existem cirurgias capazes de criar nova aparência a vagina. A Labioplastia, por exemplo, corrige pequenos lábios volumosos demais. Normalmente, o médico simplesmente retira o excesso de pele. Já a Lipoaspiração do monte de Vênus acaba com o aspecto gordinho que algumas mulheres têm na região dos pêlos pubianos. Mas trata-se de uma intervenção puramente estética. Há, ainda, uma operação para diminuir e estreitar o canal vaginal. Os médicos, entretanto, a indicam apenas a mulheres que perderam o tônus muscular por causa da idade ou de gestações.
20. Simular virgindade é uma roubada
Cremes que prometem deixar o canal da vagina mais "apertadinho", a fim de aumentar o prazer dele, ressecam a mucosa. Culpa dos componentes adstringentes. A transa fica muito mais difícil, é a mesma coisa que fazer amor quando você não está excitada e não há lubrificação. O sexo a seco pode machucar a região e abrir portas para uma série de agentes infecciosos.
21. Seu namorado ama ficar dentro dela
Sim, os homens chegam a virar poetas quando descrevem o que é penetrar uma mulher. Falam que vão ao paraíso com a sensação morna, úmida, escorregadia e tão acolhedora que só a vagina pode proporcionar.


Fonte: Mdemulher
Foto: Google
Blogueira: Juliana Andrade - Face: Juju Tavares

MANDAMENTOS PARA VOCÊ QUE QUER FICAR LOIRA


1. Escolha um tom de loiro que combine com a cor da pele
Toda mulher pode clarear o cabelo, mas para o resultado final ser um sucesso, a nuance escolhida deve combinar com o tom da pele para um resultado harmônico. Siga algumas dicas:

Clara: peles branquinhas com fundo rosado ficam ótimas com tons mais frios e ultraclaros, como o platinado. Se o fundo da sua pele é mais amarelada, aposte em nuances douradas.

Morena: como a pele tem fundo quente, os loiros muito claros e platinados podem resultar em uma indesejável aparência pálida. É melhor investir em tons dourados, beges e mel.

Oriental: já que a pele costuma ser amarelada, vale seguir a mesma recomendação das morenas - prefira as nuances douradas às com fundo frio. 

Negra: escolha nuances carameladas e acobreadas com um pouco de dourado. Tons muito loiros devem ser evitados; prefira colorações mais suaves. 

 2. Vá devagar
Mudar drasticamente o visual (de morena para loira-clara, por exemplo) em uma única visita ao cabeleireiro resultará em fios quebradiços. Nestes casos, o processo deve ser devagar: clareie os fios gradativamente (pode ser com mechas ou ombré) até conquistar a tonalidade desejada. Enquanto você fica loira, cuide bem dos fios e repare em como eles reagem à química.

 3. Não faça mudanças drásticas sozinha
Se procedimentos muito radicais feitos por um profissional capacitado já danificam os fios, imagine o potencial destruidor de uma descoloração caseira? Além disso, a possibilidade de você errar a tintura e terminar com um visual aquém do desejado é quase certa.

 4. Não esqueça das sobrancelhas
Sobrancelhas muito escuras e cabelo claro deixam o visual pesado e artificial. Quando for ao salão, peça para o cabeleireiro clareá-las com uma tinta própria. Mas não vale deixar as sobrancelhas e o cabelo da mesma cor: para um resultado harmônico, elas devem ser dois tons acima da cor do cabelo. 

 5. Saiba quando parar
Você começa com mechas, ombré, luzes e quando percebe, está com cabelo exageradamente claro. Se é sua vontade, ok, mas seu cabelo pode ficar muito seco. O limite de descolorações e tinturas deve ser imposto por meio de uma conversa franca com seu cabeleireiro e precisa ser respeitado pois é a saúde de seus fios que está em jogo. E ninguém quer ser loira "espiga de milho", concorda?

Fonte: Mdemulher
Blogueira: Juliana Andrade

quarta-feira, 23 de abril de 2014

CUIDANDO DO SEU CAPACETE

Viseira em dia
A viseira precisa estar sempre translúcida. Embaçou e não sai a sujeira? Hora de trocar. Para fazer a manutenção desse item, Arruda: “a composição química do material de confecção da viseira é especificada pelo fabricante, que recomenda o tipo de produto de limpeza compatível com ela”. Fique sempre atenta!

O cristalizador pode ser um aliado da sua visibilidade. Por ser impermeabilizante, ele faz com que a água da chuva seja dissipada facilmente com o vento. “Você vai aplicá-lo apenas do lado externo e, depois, passar um pano limpo e seco”, ensina a vendedora Diana Brito, de São Paulo.
Na chuva, um grande desafio é a viseira embaçada. Isso acontece quando a temperatura de dentro do capacete é diferente da de fora. “Existem desenhos de viseiras que reduzem o embaçamento, que está ligado ao ar quente expelido pelo condutor”, conta o professor. Também para evitar esse problema, se jogue nos produtos antiembaçantes e siga as instruções de uso da embalagem.
Hora da limpeza geral
Dar aquele trato na espuma interna do capacete é fundamental para evitar odores. A forma de higienização varia de acordo com cada modelo. Se a forração do seu equipamento for removível, você pode lavar da forma mais neutra possível. Celso aconselha que a lavagem seja feita apenas com água ou, então, com sabão de coco. O indicado é fazer isso uma vez por semana, mas, se você sai de moto todo dia, pode aumentar o número de lavagens.
Se o forro interno do seu capacete for fixo, aposte no desodorante específico para capacete. O spray vai neutralizar odores e impedir que as bactérias se proliferem. “Se você for sair com a moto cedo, por exemplo, o ideal é passar o desodorante na noite anterior e deixá-lo secando”, explica o especialista.
Para limpar o lado externo do capacete, produtos de limpeza convencionais  resolvem o problema. Passar um pano com álcool é simples e eficaz. Polir o casco com cera também pode ser uma boa.
Capacete confiável
Nunca esqueça: os capacetes precisam ter um selo do Inmetro para serem comercializados. A validade deles também vem especificada no acessório e varia em função da data de fabricação. Arruda alerta que, caso você sofra alguma queda com o equipamento, por precaução, ele deve ser trocado. E deixa outra dica de ouro: não largue o capacete pendurado no retrovisor por muito tempo, já que esse hábito pode arruinar a forração interna dele. Combinado?

Fonte: Celso Arruda, professor da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e especialista em segurança veicular. (Mdemulher)
Foto: Google
Blogueira: Juliana Andrade - Face: Juju Tavares

O DECOTE QUE COMBINA COM SEUS SEIOS 

O decote alto e reto do longo preto Givenchy que a atriz Audrey Hepburn vestiu no filme Bonequinha de Luxo (1961) virou um clássico da moda. Décadas mais tarde, Julia Roberts deixava meio mundo aos seus pés em um vestido vermelho que evidenciava seu colo na cena deUma Linda Mulher (1990) em que ela vai assistir uma ópera. Mas não precisa ser diva do cinema para exibir elegância. Não importa a roupa ou a ocasião, o decote tem o poder de influenciar sua produção (para o bem e para o mal!). 


O problema é que com tantos modelos, fica difícil escolher aquele que mais se adapte ao seu corpo. "O decote errado pode deixar a mulher mais gordinha ou até mesmo causar constrangimentos, como deixar o seio à mostra", explica a consultora de moda Ângela Valieira. A seguir, a especialista ensina a fazer a compra certa.  


Seios pequenosAs mulheres que apresentam seios pequenos costumam reclamar e até sonham com o dia de colocar silicone, mas de acordo com a especialista, são elas que podem abusar dos decotes sem medo de parecer deselegante. "Quem tem pouco seio pode tudo. O peito pequeno é sinônimo de bom caimento para qualquer tipo de roupa. Os vestidos de festa superdecotados, por exemplo, ficam muito bem nelas", diz a especialista.

Seios médios
Quem apresenta este biótipo, também pode abusar dos decotes, mas tomando cuidado para não ficar com o visual vulgar. "Os decotes redondos, quadrados, canoa e em V ajudam a valorizar os seios médios, mas é preciso tomar cuidado para que eles não sejam muito profundos e acabem mostrando demais", diz Ângela. "Para não passar por nenhuma saia-justa, fica a dica de se olhar no espelho, de lado, para ver se o decote não está revelando mais do que você deseja e colocando o seu look em risco".
 

Seios grandes
A primeira dica para quem tem seios volumosos é acertar na escolha do sutiã. "Antes de pensar em decote é preciso escolher uma lingerie bem estruturada e com bom suporte. Os tecidos também precisam ser mais firmes, já que os finos e molengas não valorizam os seios", diz Ângela. "Decote canoa e decotes redondos, não muito profundos, disfarçam o excesso, enquanto os decotes em V pedem cuidado para não mostrar demais a comissão de frente avantajada e acabar deixando o look muito ousado. Uma dica é usá-los com uma blusa de decote quadrado por baixo criando uma linha reta que esconde os seios", ensina. "Cintura marcada, ou corte império (logo abaixo dos seios) são fundamentais para que os seios fartos não façam a mulher parecer gordinha", diz. 

Fonte: MinhaVida
Fotos: Google
Blogueira: Juliana Andrade - Face: Juju Tavares

ENXAQUECA

A enxaqueca é um dos tipos de cefaleia (dor de cabeça). A enxaqueca se caracteriza por uma dor pulsátil em um dos lados da cabeça (às vezes dos dois), geralmente acompanhada de fotofobia e fonofobia, náusea e vômito. A duração da crise varia de quatro a 72 horas, podendo ser mais curta em crianças. Segundo o Ministério da Saúde, de 5 a 25% das mulheres e 2 a 10% dos homens tem enxaqueca. A enxaqueca é predominante em pessoas com idades entre 25 e 45 anos, sendo que após os 50 anos essa porcentagem tende a diminuir, principalmente em mulheres. A doença ocorre em 3 a 10% das crianças, afetando igualmente ambos os gêneros antes da puberdade, mas com predomínio no sexo feminino após essa fase. A enxaqueca pode ser divida entre com aura ou sem aura, e essas em episódica ou crônica. Segundo dados do Ministério da Saúde, 64% do total desses pacientes apresentaram enxaqueca sem aura, 18% com aura e 13% com e sem aura. Os restantes 5% apresentaram aura sem cefaleia.


CAUSAS: 
Os gatilhos de enxaqueca mais comuns são:

  • Estresse
  • Jejum prolongado
  • Dormir mais ou menos do que o de costume
  • Mudanças bruscas de temperatura e umidade
  • Perfumes e outros odores muito fortes
  • Esforço físico
  • Luzes e sons intensos
  • Abuso de medicamentos, incluindo analgésicos
  • Fatores hormonais: é comum mulheres portadoras de enxaqueca apresentarem dor nas fases pré, durante ou após a menstruação. Esse tipo de migrânea é chamado de enxaqueca menstrual. Esse tipo de enxaqueca tende a melhorar espontaneamente na menopausa. Muitas mulheres têm as crises pioradas, ou ate melhoradas, a partir do momento que iniciam o uso de anticoncepcionais orais
  • Alimentos e bebidas: queijos amarelos envelhecidos, frutas cítricas (principalmente laranja, limão, abacaxi e pêssego), carnes processadas, frituras e gorduras em excesso, chocolates, café, chá e refrigerantes à base de cola, aspartame (adoçante artificial), glutamato monossódico (tipo de sal usado como intensificador de sabor, principalmente em comida chinesa), excesso de álcool.

SINTOMAS DE ENXAQUECA:
Entre os sintomas de enxaqueca estão:

  • Crise de cefaleia durando de quatro a 72 horas, unilateral e pulsátil
  • Náusea
  • Vômitos
  • Bocejos
  • Irritabilidade
  • Sensibilidade à luz
  • Sensibilidade ao som
  • Sensibilidade ao movimento do corpo ou do ambiente.
  • Tontura
  • Fadiga
  • Mudanças de apetite
  • Problemas de concentração, dificuldade para encontrar as palavras

TRATAMENTO DE ENXAQUECA:

Antes de iniciar o tratamento para enxaqueca, é necessário saber se o diagnóstico está correto e qual o fator desencadeante dela. No geral, o melhor é evitar esses desencadeantes e tomar o medicamento indicado pelo médico quando uma crise aparecer. Os medicamentos para prevenção da enxaqueca incluem neuromoduladores, betabloqueadores, antidepressivos, antivertiginosos. A indicação, no entanto, dependerá de cada caso.
Fonte: MinhaVida
Foto: Google
Blogueira: Juliana Andrade - Face: Juju Tavares

COMO CUIDAR DOS DENTES DE SEU FILHO DESDE O COMEÇO


É importante manter os dentes de leite de seu filho limpos, mas uma vez que a dentição permanente começa a aparecer você realmente precisa considerar a limpeza como prioridade. Esses dentes vão permanecer durante toda a vida da criança. Dentistas geralmente recomendam começar limpezas e exames bucais regulares uma vez que os dentes definitivos crescem para garantir que fiquem saudáveis e sem cárie. Fale com seu dentista para descobrir quando seu filho deve fazer sua primeira visita. Seu dentista lhe ajudará a saber exatamente como cuidar dos dentes permanentes do seu filho para que você ensine essas habilidades para a criança.

Encoraje a saúde dental


Você pode encorajar a boa saúde dental ao seu filho ao ajudá-lo a escolher lanches saudáveis e com baixo teor de açúcar ao invés de balas, lanches e bebidas doces. Por exemplo, dar a seu filho biscoitos salgados e queijo com um copo de leite ao invés de bolachas e refrigerante. Use chiclete adoçado com xylitol, que evita cárie, ao invés de açúcar, que causa cárie.

Cuidado dental apropriado

Dentes permanentes precisam de limpeza e fio dental regularmente e dentistas recomendam essa rotina após cada refeição. Quando você começar a cuidar dos dentes permanentes do seu filho você vai precisar escovar e passar o fio dental nos dentes dele até que ele fique um pouco mais velho. Use creme dental com flúor e escolha uma escova projetada para crianças. A escova de dente infantil possui cerdas mais macias e não machuca os dentes e gengiva. Use passadores de fio dental para crianças, com cabos que ajudam a ensinar seu filho a passar o fio dental nos próprios dentes.

Assegure-se de usar produtos de cuidados bucais de qualidade para manter os dentes permanentes de seu filho saudáveis e fortes.

Fonte: MinhaVida
Foto: Google
Blogueira: Juliana Andrade - Face: Juju Tavares

MELHORANDO A QUALIDADE DE SEU SONO

BENEFÍCIOS DO SONO

Previne a obesidade: Durante o sono os hormônios da sociedade são regulados, inibindo os impulsos alimentares e controlando o apetite. 

Combate a hipertensão: O tempo suficiente de repouso noturno reduz a frequência cardíaca e mantem a pressão arterial baixa ou normal.

Consolida a memória: É durante o sono que consolidamos a aprendizagem que tivemos durante o dia e a retemos na memória.

Melhora o desempenho físico: Ao dormir o hormônio do crescimento (GH) é liberado, reduzindo o acumulo de gordura e aumentando o tônus muscular. 

Deixa a pele mais bonita: O GH também colabora com a renovação das células e dos músculos, ajudando a pele a ficar mais jovem e vistosa.

Previne a diabete: Durante o sono nosso corpo equilibra os índices glicêmicos, reduzindo as chances de ter diabetes tipo dois.

Fortalece o sistema imunológico: A privação de sono reduz algumas células de defesa do nosso corpo, nos tornando mais suscetíveis à doenças. 

PAPEL DO TRAVESSEIRO

Travesseiro à altura: O travesseiro deve deixar o pescoço alinhado  com a coluna, preenchendo o espaço entre a cabeça e o colchão. 

De um lado para o outro: Alternar a posição de dormir é normal e saudável, pois reduz a pressão sobre algumas partes do corpo.

Coluna a salvo: O travesseiro correto faz com a sua postura favoreça a anatomia natural da sua coluna vertebral, evitando dores.

Posição lateral: É mais indicada por médicos e fisioterapeutas. 
Utilize dois travesseiros: um mais alto para a cabeça e outra para os joelhos. 

Contraindicações: A posição de bruços não é recomendada, por comprometer a respiração, flexionar o pescoço e forçar a região lombar.

Sem ronco: Dormir com a barriga para cima faz com que a língua desloque-se para trás, estreitando a faringe e causando o ronco.

O QUE FAZER PARA DORMIR BEM 

Ajuste a iluminação: Deixe o ambiente bem escuro. A claridade interfere na produção da melatonina, hormônio que provoca o sono.

Horário do treino: A atividade física melhora o padrão do sono, mas deve ser praticada pelo menos 3 horas antes de dormir. 

Cardápio certo: Prefira alimentos leves 3 horas antes de dormir, para o processo de digestão não estar a todo vapor ao deitar.

O que não beber: Cafeína antes de dormir só atrapalha o sono. Evite-os, assim como o álcool, que em excesso pode provocar roncos. 

Respeite a cama: Enrolar na cama ou deitar para ver TV faz com que o corpo esqueça que ela serve para dormir, causando insônia.

Rotina diária: Ter rotinas noturnas e um horário regular para dormir e acordar auxiliar na manutenção de uma quantidade regular de sono.

Silêncio relaxante: Na hora de dormir, para que haja descanso do corpo e da mente é necessário silêncio e concentração, portanto fuja de barulhos. 

Fonte: MinhaVida
Fotos: Do próprio site
Blogueira: Juliana Andrade - Face: Juju Tavares

AMENIZANDO A DOR NA HORA DO PARTO

Dizem que uma das maiores dores que existem é a de parto. Porém, o conceito de dor muitas vezes é relativo. "A pior dor é sempre a que eu estou sentindo, mas a dor em si é algo muito difícil de mensurar", pondera a ginecologista e obstetra Telma Regina Mariotto Zakka, especialista em dor e coordenadora do Comitê de Dor Urogenital da Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor (SBED). Para a especialista, o mito vem desde a época em que a medicina ainda estava no início e as condições de nascimento ainda eram mais precárias e difíceis, com partos mais longos e mais riscos de morte para mãe e bebê.


Mesmo assim, é inegável que a dor existe, e ela ocorre principalmente devido às contrações para empurrar o bebê. "Uma cólica menstrual provoca dor, pois o útero precisa se contrair para expelir o sangue, imagine então a força de um útero com mais volume, para expulsar um bebê inteiro?", explica o obstetra Marcelo Burlá, presidente da Sociedade de Ginecologia e Obstetrícia do Rio de Janeiro (SGORJ). Além disso, a dilatação do colo também pode ser dolorosa, por ser grande. "Em geral no primeiro nascimento ele primeiro diminui, ficando com a circunferência de um dedo, e dilata até cerca de 10 centímetros de diâmetro", considera o especialista.

Mas existe um fator que até hoje pode piorar a dor de parto: o medo do que vai acontecer. "Se a mulher chegar assustada para o momento de dar a luz e não souber como vai ser, ela vai ter mais dor, por estar tensa diante do desconhecido", considera a obstetra Barbara Murayama, titulada pela Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo) e diretora da Clínica Gergin, em São Paulo.

Mas não se preocupe! Existem técnicas para reduzir a dor e algumas delas são bem diferentes. Confira as mais comuns a seguir:

Anestesias
A forma mais óbvia de reduzir a dor é usando anestesias, e pode ficar tranquila, pois elas podem ser usadas também no parto normal. O tipo de anestésico varia de acordo com o momento do parto em que será aplicado. "Podemos fazer na hora em que o bebê está saindo, no caso raquidiana no períneo e nas pernas; ou, a partir de uma certa dilatação no começo do trabalho de parto, pode ser dada a peridural, que tira a dor mas permite a movimentação", enumera a obstetra Barbara Murayama, titulada pela Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo) e diretora da Clínica Gergin, em São Paulo. Elas também podem ser misturadas no chamado duplo bloqueio. E caso seja preciso abrir um pequeno corte na vulva para que o bebê saia, a chamada episiotomia, é feita também uma anestesia local. 


Respiração correta
Respirar é de suma importância para a vida, e também na hora de dar a luz. "Além de ser uma fonte de oxigênio, a respiração reduz a liberação de substâncias que pioram a dor e dá a mulher um controle emocional melhor", ressalta a obstetra Rossana Pulcineli, membro da SOGESP (Associação de Obstetrícia e Ginecologia do Estado de São Paulo) e professora associada de obstetrícia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP). Mas o tipo de respiração muda conforme o momento do parto: na das contrações é melhor respirar lenta e profundamente, para oxigenar melhor o corpo da mãe e o bebê. Já no momento de expulsão, quando o bebê está saindo, indica-se a respiração cachorrinho, rápida e arfante. 

Massagens relaxantes
Uma das funções do acompanhante pode ser justamente relaxar a gestante, e uma das formas de fazer isso é por meio de massagens, que colaboram com a hora do parto. "As contrações são esforços musculares e deixam a mulher inteiramente tensionada, por isso realizar massagens entre as contrações aumenta o conforto e o relaxamento", relaciona a obstetra Bárbara. Não precisa ser nada muito elaborado, podem ser apenas movimentos circulares com as mãos abertas pelas costas, nuca e ombros. 


Movimento durante o trabalho de parto
Muita gente nem desconfia, mas a mulher não precisa ficar na cama durante o trabalho de parto inteiro. Algumas maternidades são equipadas com bolas de pilates e cavalinhos, instrumentos que estimulam a movimentação da mulher durante o trabalho de parto. Muitas vezes, essa sala pré-parto pode até se tornar o local de parto, caso não seja preciso uma cesariana de emergência. De acordo com um estudo realizado na Escola de Enfermagem Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (USP), essa movimentação reduz o tempo de parto, e com isso diminui também as dores. "De pé, a ação da gravidade ajuda a puxar o bebê, e a parturiente não fica apenas deitada na cama pensando na dor, mudando o foco", considera Telma Zakka. Além disso, os movimentos com a bacia podem ajudar. "Acredita-se que eles melhoram a posição do bebê na bacia", expõe o obstetra Burlá. 

Posição de parto
Aliás, ficar deitada durante o parto não é a posição mais interessante para mãe e para o bebê. De acordo com a especialista em dor Telma Zakka, são os médicos que mais se beneficiam com esse esquema, pois fica mais fácil puxar a criança, mas a parturiente sofre mais: "Estar deitada é uma posição antianatômica, pois obriga a mulher a fazer uma maior força abdominal do que ela faria sentada, por exemplo, aumentando a dor", considera a obstetra. Tanto que é assim que as mulheres davam a luz antes, de cócoras. 

Exercício durante a gravidez
Fazer atividade física durante a gravidez ajuda a mulher a lidar com a dor. "O preparo físico ajuda em tudo, desde a respiração correta até o desenvolvimento de uma musculatura mais firme no abdômen, que dá a mulher mais controle do que está fazendo na hora do parto e também da dor", explica Bárbara. E não são apenas exercícios comuns que ajudam, existem treinamentos para a musculatura do períneo e pelves que reduzem a dor e as chances de lesões na hora da saída do bebê. "Eles são feitos com orientação do fisioterapeutas especializados em assoalho pélvico, fortalecem a região dos músculos da vagina, para torná-los mas flexíveis e fortes", descreve a especialista.

Fonte: MinhaVida
Foto: Google
Blogueira: Juliana Andrade - Face: Juju Tavares

terça-feira, 22 de abril de 2014

BENEFÍCIOS DO YOGA

As posturas (ásanas) fortalecem, estendem, e flexionam a espinha, enquanto os exercícios musculares.


 O Yoga é um método milenar oriundo da Índia e como tal, simbologias, sons, gestos e posturas têm seu significado. O Hatha-Yoga e o sistema mais conhecido e praticado no Ocidente e envolve a prática de posturas físicas, conhecidas como ásanas e técnicas respiratórias especiais, chamadas de pranayamas. Fisicamente, promove o maior vigor físico, saúde geral, estabilidade, energia, tônus muscular, flexibilidade e relaxamento. Mentalmente, promove concentração, equilíbrio, tranqüilidade e autoconhecimento. As posturas (ásanas) fortalecem, estendem, e flexionam a espinha, enquanto os exercícios musculares mantêm o corpo forte e flexível. 

Quando é praticado em conjunção com as técnicas de respiração, as posturas estimulam a circulação sangüínea, a digestão e o sistemas nervoso e endócrino. Como qualquer outro exercício, ele pode ser fácil para uns ou intensos para outros, mas com a prática constante pode-se desfrutar de seus benefícios. O Hatha-Yoga tem sido praticado por milhares de anos. É um sistema de exercícios de integração corpo e mente cujo objetivo é liberdade. Resultados Com a prática, logo nos seus primeiros dias, já produz efeitos sensíveis, que se traduzem por uma mudança de atitude e uma disposição mais ampla e mais equilibrada para todas as coisas. Mesmo um curto período de prática regular leva à mudanças positivas na sua qualidade de vida, independente de idade ou preparo físico. Tais efeitos, entretanto, são apenas conseqüência da liberação da agitação e da remoção da camada mais superficial de nossos hábitos e atitudes que se foram cristalizando no decorrer do tempo. 


 O objetivo dessa arte, uma filosofia de vida, é unir corpo, mente e espírito entre si e com o universo. Em seus primórdios, o yoga foi criado como um canal para o crescimento pessoal e espiritual dos praticantes. As séries de posições corporais realizadas pelos alunos - chamadas asanas - teriam como objetivo fortalecer o corpo e a saúde, fazendo com que a pessoa viva mais e, em conseqüência, tenha mais tempo para promover seu próprio crescimento espiritual. Porém, nada impede que uma pessoa utilize o yoga apenas como uma forma de trabalhar o corpo, obtendo todos os benefícios adicionais que a prática proporciona. Ela tonifica o corpo, fortalece o coração, equilibra as emoções, estimula a circulação, melhora o sistema imunológico e massageia os órgãos internos, prevenindo e melhorando doenças como diabetes, asma, colesterol alto, disfunções hormonais, TPM, dores na coluna e no nervo ciático, problemas gástricos, entre outros. Desde que foi criada na Índia, há mais de 5.000 anos, o yoga foi sofrendo algumas modificações em seus princípios estruturais, e começaram a surgir modalidades diferentes de yoga. Algumas preservam suas características primitivas, outras parecem ter sido feitas sob medida para os freqüenta-dores das academias de ginástica convencionais, que se preocupam, acima de tudo, com a boa forma. Confira as principais modalidades de yoga praticadas no Brasil e descubra qual combina mais com você. Hatha Yoga: é focado na prática dos asanas (posturas físicas) e pranayamas (exercícios respiratórios), que são realizados vagarosamente e com uma permanência maior em cada posição. É uma atividade calma, que favorece a introspecção. Para quem é: pessoas que procuram um exercício relaxante para atenuar o estresse do dia-a-dia e tonificar o corpo. Power Yoga: os asanas são realizados em seqüências rápidas e variadas, promovendo um intenso trabalho aeróbico e muscular. Para quem é: pessoas que querem definir os músculos e queimar calorias. Iyengar Yoga: trabalha mais intensamente as posições que favorecem o alinhamento do corpo, melhorando a postura. Para quem é: pessoas que têm problemas de coluna e dores musculares, devidas à má postura. Kundalini Yoga: trabalha mais intensamente os exercícios respiratórios (chamados pranayamas), com a finalidade de aumentar a energia e a vitalidade do praticante. Para quem é: pessoas que vivem cansadas, sem disposição para as atividades do dia-a-dia. Bhatki Yoga: trata-se do yoga devocional devocionista, que cultua as divindades hindus. Para quem é: pessoas interessadas na cultura e na religião hinduísta.
Fonte: Professora de Yoga do Espaço Alpha e Bem Saúde
Foto: Google
Blogueira: Juliana Andrade - Face: Juju Tavares

ÔNIBUS DA SAÚDE ATENDE EM JUSCELINO

A Unidade de Saúde Móvel da Prefeitura de Mesquita estacionou nesta quinta-feira, dia 17 de abril, na Avenida São Paulo, em Juscelino. Os moradores puderam se consultar gratuitamente com um clínico geral, pediatra, ginecologista e dentista. Os pacientes também receberam material explicativo sobre a prevenção de várias doenças e preservativos. A equipe que trabalha na unidade móvel também aferiu a pressão arterial e realizou controle de pesagem das pessoas que aguardavam pela consulta.


No local também são feitos exames preventivos do câncer de colo de útero, basta que a paciente leve o cartão do Sistema Único de Saúde (SUS). Os resultados são encaminhados para a Policlínica Municipal, que funciona no Hospital São José, no bairro Santa Teresinha.

Quem se consultou no ônibus foi a aposentada Maria da Penha Ribeiro, de 62 anos. “Vim me consultar com o clínico porque estou gripada e tive crise de sinusite. Fui bem atendida, ele me passou a medicação e pediu para tomar no horário certo”, contou.

Fonte: Prefeitura de Mesquita
Foto: Do próprio site
Blogueira: Juliana Andrade - Face: Juju Tavares