segunda-feira, 31 de março de 2014

MORADOR DE QUEIMADOS DA INICIO AS AULAS DE BRAILLE EM MESQUITA



A Prefeitura de Mesquita, por meio da secretaria de Educação (Semed) iniciou o curso de Braille para professores, inspetores da rede pública e para a comunidade escolar nesta terça-feira, dia 25 de março. A aula inaugural foi ministrada na E.M. Governador Roberto Silveira, em Edson Passos. As aulas serão todas as terças, entre 13:00hrs e 17:00hrs, na unidade.

A formação teve como objetivo qualificar os profissionais, pais de alunos e a população para o método de leitura. O professor e deficiente visual Francisco Antônio Sousa explicou para a turma a criação do sistema Braille, deu material com folhas escritas em Braille para que os alunos transcrevessem acompanhados do alfabeto Braille. Os encontros serão duas vezes por mês, sendo o total de onze aulas.



O curso faz com que os interessados pelo método passem a conhecer o sistema para entender melhor os alunos e os filhos com deficiência visual. “Inclusão e qualificação são os principais objetivos do curso”, afirma Francisco.

Morador de Queimados, e formado em Pedagogia, Francisco é um grande exemplo de superação para a nossa cidade, já deu sua entrevista para o nosso jornal. 
Ter algum tipo de deficiência muitas vezes para algumas pessoas é sinal de fracasso, tristeza, mas não para Francisco, muito pelo contrário, ele sempre tem uma frase em mente e no coração, frase que sua mãe de criação Dona Francisca sempre dizia à ele: '' Você perdeu uma batalha e não a guerra''. E foi assim que ele conseguiu superar tudo até hoje. 

Fonte: Jornal Baixada Fluminense
Foto: Maicon Ferraz

Blogueira: Juliana Andrade - Face: Juju Tavares

EMPRESA DE QUEIMADOS VAI GERAR 130 VAGAS DE EMPREGO

Reciclaplast investirá R$3,5 milhões em sua fábrica instalada no Distrito Industrial


A Reciclaplast, também conhecida como JRM21, investirá R$ 3,5 milhões em sua unidade recicladora de plásticos no Distrito Industrial de Queimados. A empresa funcionará em parceria com a multinacional de origem francesa Pellenc Seletive Technologies, e será destinada à reciclagem de materiais plásticos de Polietileno de Alta Densidade (embalagens de iogurtes, domiciniantes, amaciantes, óleos lubrificantes entre outros) e Polipropileno (cadeiras e meses de piscina, potes de margarina, copos de mates, tapeuwwer, alguns tipos de para-choque de automóvel entre outros). Serão 1 mil toneladas de resíduos plásticos retirados por mês, que vão para a indústria de transformação de plásticos, onde o produto será transformado em pellets (grãos) de resina reciclada para abastecer principalmente a indústria automobilística.

Serão gerados 130 empregos diretos. A maioria das vagas, que serão preenchidas ao longo dos próximos meses, será para o setor de produção, para ambos os sexos e o salário médio gira em torno de R$ 1 mil reais. A Reciclaplast teve o benefício aprovado pela Comissão Permanente de Políticas para o Desenvolvimento do Estado do Rio de Janeiro (CPPDE) e receberá diferimento do ICMS na importação de máquinas e equipamentos, partes e peças de reposição para instalação da fábrica e redução da base de cálculo do ICMS na cadeia de produtos plásticos, de 19% para 12%.

Em 2009, o Distrito Industrial contava com apenas 7 indústrias. Hoje, 23 empresas operam no local e outras 17 estão em fase de implantação. De acordo com o Prefeito Max Lemos, a política de atração de empresas foi determinante para o crescimento econômico. “Só na arrecadação do ICMS já tivemos uma alta de 26,8 % em comparação a 2011, pulando de R$ 24,1 milhões para R$ 30,6 milhões. O recolhimento de ISS cresceu ainda mais: 41,5%, avançando de R$ 11,3 milhões para R$ 16 milhões. Isso mostra que Queimados continua crescendo e continua sendo o melhor lugar da Baixada Fluminense para se investir. Este é um investimento que além de gerar novos impostos e mais empregos, colabora e muito com o meio ambiente”, destacou Max.

Geração de empregos

Uma das marcas do Distrito Industrial de Queimados tem sido a geração de empregos, que já chegou a marca de 4.500 nos últimos 5 anos. Maria Clarisse, 31, que atua como ajudante de produção há dois anos e quatro meses na empresa Reciclapast destaca o benefício que é trabalhar próximo de casa. “Antes tinha que me locomover até a Barra da Tijuca para ganhar o mesmo salário que ganho aqui na minha cidade, sem contar os benefícios que são oferecidos como o vale transporte e refeição. Hoje, economizo quase quatro horas do meu dia e assim tenho mais disponibilidade de estar com minha família”, ressaltou Maria.

Renan Pinheiro, 29, que trabalha como operador de empilhadeira corroborou com o pensamento da colega de trabalho. “É mais qualidade de vida. Parabenizo a parceria do poder público com a iniciativa privada, pois esse crescimento econômico do município está possibilitando o surgimento de novos empregos para milhares de queimadenses. É uma satisfação muito grande trabalhar na minha cidade e numa empresa preocupada com a questão ambiental”, disse Renan.


“Nova Fronteira do Plástico”

O incentivo oferecido a empresa Reciclaplast é fruto do Programa Nova Fronteira do Plástico lançado no final de 2013 pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro, através da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico. Além dos incentivos tributários, o Programa oferece às em presas interessadas incentivo financeiro, por meio da Agência Estadual de Fomento, a Age- Rio, que disponibiliza a linha “Pacote Plástico Produtivo”, com recursos próprios, com taxas a partir de 0,81% ao mês.

Entre os principais itens financiáveis estão máquinas e equipamentos, capital de giro, bens de capital, implantação, expansão e modernização da capa cidade produtiva. O estado tem uma indústria de transformação em expansão, com empresas do setor automotivo, alimentos, cosméticos e fármacos, responsáveis por 65% das vendas da indústria plástica no país.

Fonte: Prefeitura de Queimados
Blogueira: Juliana Andrade - Face: Juju Tavares 

REALIZADO EM QUEIMADOS 

PRIMEIRA CONFERÊNCIA PARA 

DISCUTIR A SAÚDE DO 

TRABALHADOR


Temas como: desenvolvimento socioeconômico, efetivação da política nacional de saúde, fortalecimento da participação no controle social e financiamento da política nacional de saúde do trabalhador, foram amplamente debatidos neste final de semana em Queimados durante a 1ª Conferência Municipal de Saúde do Trabalhador e Trabalhadora realizada pela Secretaria de Saúde de Queimados e o Sindicato dos  Trabalhadores em Transportes de Queimados e Japeri – STTMQJ. Com o tema: "Saúde do trabalhador e da trabalhadora, direito de todos e todas e dever do Estado”, a  conferência municipal propôs ações que serão levadas A etapa I - Macrorregional acontece de 1 de janeiro de 2014 até 31 de maio de 2014;  Etapa Estadual II  - até 30 de junho de 2014; e a III - Nacional de 10 a 13 de novembro de 2014.


A Secretária de Saúde de Queimados, Dr.ª Fátima Cristina, destacou a complexidade de se preparar uma conferência deste porte e sua importância para a sociedade. “Os resultados serão permanentes e muito importantes para a nossa cidade que cresce cada vez mais. Estamos no melhor momento com 23 empresas implantadas e 17 em implantação somente no Distrito Industrial e mais de quatro mil pessoas empregadas nos últimos cinco anos, tudo isso, graças a parceria com o Estado e ao trabalho árduo do prefeito Max Lemos”, observou a secretária.

Para além do debate, vem à importância de uma Lei que ampara o trabalho de vigilância de saúde do trabalhador, ressaltou Luiz Armando Arouca, membro do Programa de Saúde do Trabalhador de Queimados. “Temos hoje uma equipe multidisciplinar, com enfermeiros e técnicos formados pela Fiocruz e tudo isso, facilita o trabalho, graças a uma Lei sancionada pelo prefeito Max Lemos, e que nos ajuda bastante. Este é um legado muito importante para a cidade, porque a legislação nos ampara e nos dá poder de polícia para atuar na fiscalização”, enfatizou Arouca.

José Almeida, da Divisão de Saúde do trabalhador do Estado do Rio e do CEREST  - Centro de Referencia em Saúde do Trabalhador Estadual, acredita que o evento é importante para realmente discutir a saúde do trabalhador dentro do SUS. “O trabalhador sempre acaba dentro do SUS e precisa de uma rede que o ampare de fato e de direito”, destacou.



A conferencista Maria da Penha tem grandes expectativas com a 1ª Conferência de Saúde da Trabalhador de Queimados e várias idéias para debater em Brasília. “Hoje o trabalhador paga muito para o SUS e não tem o retorno porque algumas doenças tem o valor diferenciado. Então precisamos aumentar este percentual para garantir a saúde plena do trabalhador. Essa é nossa missão em Brasília. Intensificar as notificações também é outra questão que precisa ser resolvida”, analisou a conferencista. Ainda participaram como palestrantes: Débora Lopes de Oliveira Coordenadora de CEREST Duque de Caxias, Lise de Barros Ferreira,  Coordenadora do CEREST Estadual e  Vilma Lima Rodrigues  - Sub Secretária do Fundo Municipal de Saúde do Trabalhador, entre outros.

Fonte: Prefeitura de Queimados
Fotos: Felipe Carvalho
Blogueira: Juliana Andrade - Face: Juju Tavares

COMBATE A VIOLÊNCIA CONTRA 

MULHERES EM QUEIMADOS

“Desconstruindo Amélia” é tema de seminário em Queimados

A cidade realizou seminário para pensar nas práticas nocivas contra o gênero feminino

A cada 90 minutos uma mulher é morta no Brasil por violência doméstica praticada por um homem. Ou seja, a cada dia, 16 mulheres morrem no território nacional pela mão de seus parceiros, segundo o IPEA – Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada -.  Ainda segundo a pesquisa, 14 mil mulheres foram mortas vítimas de agressão, entre 2009 e 2011. Em Queimados, 44% dos relatórios de ocorrência registrados na delegacia são de violência de gênero, contra a mulher. Para alertar, discutir e fomentar forças da comunidade a fim de combater esse fato no município, foi realizado o Seminário “Desconstruindo Amélia“, no último dia 29, onde se reuniram mais de 100 representantes da sociedade civil e órgãos não governamentais. O seminário é uma iniciativa da Secretaria de Direitos Humanos e Promoção da Cidadania de Queimados em parceria com a Diocese de Direitos Humanos de Nova Iguaçu.

Uma das percussoras do movimento contra o femicídio na Baixada Fluminense, Tia Dalva, pontuou os avanços e os atrasos da luta durante o tempo. “Começamos o trabalho em nossa região nos anos 80 e naquela época o delegado nem nos recebia, devido a presença do machismo, que continua presente até hoje. Hoje nós temos a lei Maria da Penha e o CIAM da Baixada, que atende especificamente a mulher. Muita coisa melhorou mas há atraso em vários aspectos. É inadmissível que em Queimados tenhamos esse alto índice de casos de violência contra a mulher e ainda estejamos discutindo os mesmos aspectos e problemas que discutíamos há 20 anos. O evento de hoje nos ajuda a fomentar e mobilizar as mulheres para combatermos juntas a fim de conseguirmos alcançar uma sociedade mais justa e igualitária para todas nós!”, afirmou Tia Dalva.

O secretário de Direitos Humanos de Queimados, José Ribamar Dadinho, explica o objetivo do evento. “Em Queimados temos um grande número de casos de violência contra a mulher e nossa missão é diminuir esse número drasticamente. Para isso, estamos seguindo as orientações do prefeito Max Lemos e realizando, junto a coordenadoria da Mulher, em parceria com Eliana Leôncio, ações de conscientização, de inibição e o trabalho constante de atendimento da nossa coordenadoria de proteção às mulheres. E em breve, teremos em nosso município uma sede do CIAM – centro Integrado de Apoio á Mulher – aqui no município para combater ferozmente a bestialidade na nossa região”, destacou Ribamar.

O deputado estadual, Robson Leite, ressaltou ainda a importância da educação como prevenção contra a violência. “É preciso investir na base para que consigamos algum resultado a longo prazo e a educação é parte primordial nesse processo”, declarou o deputado que foi endossado pela representante da Diocese de Direitos Humanos, Sonia Martins. “Essa luta é de todas nós. Se as mulheres, que são as que educam os homens, entendessem a importância de gerar crianças que se tornem adultos conscientes, muita coisa poderia ser mudada e talvez, daqui a 20 anos, não precisaremos discutir as formas de conseguir diminuir os casos de violência e nos reuniremos para comemorar as vitórias”, destacou Sonia.


Fonte: Prefeitura de Queimados
Blogueira: Juliana Andrade - Face: Juju Tavares

sexta-feira, 28 de março de 2014

POPULAÇÃO QUEIMADENSE FAZ RECLAMAÇÕES COM TODA RAZÃO SOBRE AS CALÇADAS QUE ESTÃO SENDO OCUPADAS POR COMERCIANTES E ATRAPALHANDO A PASSAGEM DOS PEDESTRES

Acho justo esse tipo de reclamação, pois existem ruas no centro de Queimados estão sendo utilizada pelos comerciantes que ficam na rua principal, aonde nós pedestres temos que andar na rua, correndo o grande risco de ser atropelado por algum veiculo, que muitas vezes passam por aquela rua andando em alta velocidade ''aonde veículos poderiam trafegar em uma velocidade mais reduzida'', e quem ganha a culpa somos nós por estarmos errados por estar andando em um espaço que na verdade é deles.

Assim como aconteceu com uma senhora de 65 anos, que teve que andar no meio da rua e acabou sendo atropelada por uma bicicleta, é, por uma bicicleta, e não pense que foi por descuido dela, pois não foi. Carros, ônibus, moto, bicicleta, querendo entrar ao mesmo tempo na rua Padre Marques, um absurdo, e dai aconteceu todo tumulto e a senhora foi atropelada. 

Agora a rua José Maria Coelha, que fica atras da loja Casas Bahia esta sendo um grande problema, pois desde que a ponte foi construída entram e saem veículos de tal causando uma grande confusão na saída para a Avenida Irmãos Guinle. 

 O Prefeito da cidade Max Lemos precisa URGENTEMENTE tomar uma providencia e retirar tudo que atrapalha as calçadas.

Recebi também reclamações da rua Santa Rita, em que várias pessoas quase foram atropeladas por causa de carros que ficam em cima das calçadas, construções irregulares de casas, comércios, garagens, coberturas, e até fazem as calçadas de depósito, que é um ABSURDO. 

Já fizemos uma pesquisa sobre isso, mas pelo visto não adiantou ABSOLUTAMENTE DE NADA, não gosto de ver reclamações sobre casos tão simples em minha cidade, uma cidade em que poderia sim ser uma cidade maravilhosa, porém, alguns descasos até mesmo nosso e das autoridades fazem com que ela não seja como a maioria deseja, uma triste realidade.

Blogueira: Juliana Andrade - Face: Juju Tavares

PROPAGANDA DIZ QUE METRÔ LOTADO É BOM "PRA XAVECAR A MULHERADA"

Anúncio do metrô foi veiculado em rádio paulista uma semana após acusações de casos de assédio sexual e de tentativa de estupro terem acontecido nos trens. Só em 2014, 26 homens foram pegos em flagrante no transporte ferroviário paulistano. Presidente Dilma pediu que mulheres registrem abusos na polícia.


Um homem e mulheres mais velhas também já foram vítimas de abusos no Metrô de São Paulo e na Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). É o que revelam os boletins de ocorrência e termos circunstanciados registrados por assédio sexual no sistema desde o início do ano.
Seis dias após dois homens terem sido presos por abusarem sexualmente de passageiras do metrô de São Paulo, uma propaganda veiculada na Rádio Transamérica FM de São Paulo gerou revolta dos usuários, principalmente entre as mulheres.

O material foi ao ar na semana passada em um dos programas da emissora. Numa das ocasiões, o locutor anuncia “o metrô tem um recado para você” antes de a peça ser divulgada. Nela, um personagem identificado como “Gavião” lista as melhorias feitas pelo governo do estado no sistema de transporte público e finaliza com a seguinte "pérola": "nos horários de pico, é normal trem e metrô ficar lotado. É assim também nas grandes metrópoles espalhadas pelo mundo. Pra falar a verdade, até gosto do trem lotado, é bom pra xavecar a mulherada, né, mano? Foi assim que eu conheci a Giscreuza. Muito já foi feito e o governo sabe que ainda tem muito pra fazer. Governo do Estado de São Paulo." O texto traz erros gramaticais que aparentam ser propositais.
Mas além de abusarem, eles  muitas vezes gravam vídeos por debaixo da saia das vitimas e publicam em redes sociais. 
Quando não tocam as vítimas, eles flagram calcinhas embaixo das saias e closes de decotes. As cenas vão parar no Facebook, no Youtube, blogs e até em trocas de mensagens pelo aplicativo WhatsApp. Apenas uma das cerca de 40 páginas relacionadas ao tema no Facebook chegou a ter mais de 12 mil seguidores. Para praticar o crime, homens usam telefones celulares, máquinas fotográficas e até microcâmeras escondidas para registrar o abuso contra as vítimas dentro de ônibus, e dos vagões e plataformas do Metrô e trens lotados. O objetivo é encostar ou exibir o órgão sexual masculino no corpo feminino, principalmente nádegas e seios.
Mulheres, homens, jovens, idosos, todos que sofreram ou sofre algum tipo de assédio, DENUNCIE, vamos acabar com esse abuso, e é pra já. Esses CRIMINOSOS são uma vergonha para a nossa sociedade, devem ser punidos imediatamente. 
Não se intimide, DENUNCIE!

Fonte: G1.com / Globo.com
Blogueira: Juliana Andrade - Face: Juju Tavares



NOVE ANOS DE CHACINA DA 

BAIXADA É RELEMBRADO EM 

QUEIMADOS


Para destacar os nove anos de perdas e danos das famílias que ficaram sem os entes queridos, em sua maioria, jovens e estudantes que foram mortos brutalmente por policiais militares pelas ruas das cidades de Queimados e Nova Iguaçu em 2005, totalizando 29 mortes, a igreja católica irá organizar mais uma grande caminhada pela paz e missas em memória destas vítimas. O evento será realizado no próximo domingo, 29, às 18h na Igreja Nossa Senhora da Conceição (Avenida Marinho Hemetério de Oliveira, s/n, Centro, em frente ao Cemitério Central). Depois da primeira missa haverá a caminhada em direção a antiga Matriz que fica na Praça Nossa Senhora da Conceição onde haverá outro ato penitencial. Fazem parte da organização do evento, a IX Diocese de Nova Iguaçu, constituídas pelas paróquias Nossa Senhora de Fátima, São Francisco, São João Batista e Nossa Senhora da Conceição.

Segundo o padre João Serra, da Matriz de Nossa Senhora da Conceição, o ato não é somente para destacar a dor dos parentes, mas para convencer a sociedade de que se precisa proteger mais os indefesos. “A cada ano, as caminhadas ficam cada vez maiores e denotam como a sociedade precisa cuidar mais da segurança pública”, observou o padre que já está no Brasil há mais de 30 anos.

O poder público será representado pelo secretário de governo e vice presidente a ordem dos advogados do Brasil na cidade, o Pastor Eraldo Nilton de Carvalho que também fez parte de uma comissão que deu apoio a estas famílias. “Todos os envolvidos foram severamente punidos e receberam penas centenárias, no entanto, sabemos que um preso ficará no máximo uns 30 anos presos”, ressaltou a secretária.

A chacina da Baixada entrou para história como um dos maiores crimes já acontecidos no estado do Rio de Janeiro. Policiais militares percorreram de carro as ruas dos municípios de Queimados e Nova Iguaçu, disparando contra pedestres e causando 29 mortos. Entre as vítimas estão Renato de Azevedo, que estava com 30 anos, quando foi assassinado brutalmente recebendo um tiro no rosto, na hora que fechava o portão de seu lava-jato e Raphael Silva, que morreu aos 17 anos com um tiro na nuca, quando voltava para casa de bicicleta. 

Silvania Azevedo, 35, participa todos os anos da missa e da caminhada pela paz. Ela falou sobre o sentimento que guarda após 8 anos da morte do seu irmão Renato. “Não tem como descrever o sentimento que fica. A saudade faz com que a dor só aumente. O tempo nunca vai apagar ele do meu coração”, contou. A mãe de Raphael, Luciene Silva, 47, representa as vítimas do município de Nova Iguaçu. Ela faz questão de comparecer a atividade para homenagear o filho e pedir paz para as pessoas. “Participo todos os anos da missa pela paz, que serve para as pessoas não esquecerem o que aconteceu e para mostrar que juntos podemos transformar nossa realidade”, afirmou.

 Todos os acusados já foram julgados e condenados
Depois de quatro anos de julgamentos e recursos, enfim na madrugada de quarta-feira (16/09/2009) terminou o julgamento dos policiais militares Júlio César Amaral de Paula, Marcos Siqueira Costa e Ivonei de Souza, os últimos acusados de participação na Chacina da Baixada que restavam a ser julgados.

Amaral e Siqueira foram condenados por 29 homicídios qualificados, uma tentativa de homicídio e formação de quadrilha, recebendo penas de 480 e 542 anos de prisão, respectivamente, sem direito a recorrer em liberdade. A juíza Elizabeth Machado Louro, titular da 4ª Vara Criminal e presidente do Tribunal do Júri de Nova Iguaçu na época, incluiu a perda de cargo público dos dois condenados na sentença, por entender que o afastamento da PM havia sido comunicado de forma imprópria e vaga à Justiça pela polícia.

O terceiro acusado, o cabo Ivonei, apesar de ter vários antecedentes e indícios de participação em grupo de extermínio na Baixada, teve sua absolvição pedida pelo, próprio MP, por não terem se produzido provas que o ligassem ao restante do grupo, formado por Amaral, Siqueira, e outros três já condenados, os policiais Carvalho, Felipe e Fabiano, além do sargento Gilmar Simão, que foi beneficiado pela delação premiada mas acabou assassinado.

Fonte: Prefeitura de Queimados
Blogueira: Juliana Andrade - Face: Juju Tavares

quinta-feira, 27 de março de 2014

QUANTO TEMPO O NOME FICA 

CADASTRADO NO SPC, SERASA E 

SCPC?

Hoje acordei com essa dúvida, que talvez possa ser a sua também, então resolvi pesquisar e deixar aqui para quem tem essa curiosidade, assim como eu tinha.

Alguns funcionários de empresas de cobrança, bancos, financeiras e cartões de crédito têm informado,falsamente, aos consumidores que "agora não há mais a prescrição em relação às dívidas e o cadastro em SPC e SERASA pode permanecer para sempre"

Mentira! A perda do direito de cobrar as dívidas na justiça (prescrição), assim como o prazo máximo de cadastro em órgãos de restrição ao crédito, como SPC e SERASA é de 5 anos, a contar da data em que a dívida venceu (data em que deveria ter sido paga), e não da data em que foi feito o cadastro!  

Leia: 
- Paga a dívida, credor tem cinco dias para pedir exclusão de nome dos cadastros de inadimplentes
- Comissão aprova projeto que define limite para cobrança de dívida


Detalhe importante: Os juros, multas e demais encargos são acessórios da dívida e portanto, a sua cobrança, seja lá por quanto tempo ocorra, não renova a data de vencimento da mesma.

Algumas pessoas dizem que "ouviram falar" que este prazo foi reduzido para 3 anos, o que também, na prática, não ocorre, embora exista discussão judicial sobre o prazo, pois o Novo Código Civil trouxe novos prazos para prescrição do direito de cobrança de algumas dívidas, a grande maioria do Judiciário tem entendido que o prazo do cadastro continua sendo de 5 anos. 

O Superior Tribunal de Justiça também já decidiu que o prazo máximo é de 5 anos, confirmando o tempo previsto no Código de Defesa do Consumidor:

" Art. 43. 
O consumidor, sem prejuízo do disposto no art. 86, terá acesso às informações existentes em cadastros, fichas, registros e dados pessoais e de consumo arquivados sobre ele, bem como sobre as suas respectivas fontes. 

§ 1° Os cadastros e dados de consumidores devem ser objetivos, claros, verdadeiros e em linguagem de fácil compreensão, não podendo conter informações negativas referentes a período superior a cinco anos." 

O parágrafo 5º do mesmo artigo também fala que se estiver prescrito o direito de cobrança da dívida não podem ser fornecidas informações negativas pelos cadastros de restrição ao crédito. Vejamos: 

"§ 5° Consumada a prescrição relativa à cobrança de débitos do consumidor, não serão fornecidas, pelos respectivos Sistemas de Proteção ao Crédito, quaisquer informações que possam impedir ou dificultar novo acesso ao crédito junto aos fornecedores." 

Novo Código Civil é claro quando afirma, no artigo 206, § 5º, que o direito de cobrança de dívidas prescreve em 5 anos. 

"Art. 206. Prescreve:

§ 5o Em cinco anos:

I - a pretensão de cobrança de dívidas líquidas constantes de instrumento público ou particular;"
 

Portanto, não cobrada na justiça a dívida após 5 anos do seu vencimento (data em que deveria ter sido paga), estará prescrito o direito de cobrança da mesma e ela não poderá constar de qualquer registro negativo. 

Assim, analisando o que diz a lei, após o prazo de 5 anos, a contar da data de vencimento da dívida (não a data do cadastro), a restrição deverá ser excluída automaticamente.

Fonte: S.O.S Consumidor
Blogueira: Juliana Andrade - Face: Juju Tavares


SUPERMERCADOS DEVOLVEM DINHEIRO E ATÉ TROCAM LEITE ELEGÊ POR OUTRAS MERCADORIAS



No supermercado Guanabara da Tijuca, até as 16h de quarta-feira, mais de 80 litros de leite Elegê haviam sido trocados. Além da opção de escolher outro da mesma marca ou ter o dinheiro de volta, como fora decidido pela BRF (fabricante do produto), a rede está dando um vale-compra no valor de R$ 2,39 (por litro).

O Elegê teve a venda suspensa na semana passada pelos Procons municipal e estadual, devido a alterações em sabor, cor e cheiro, encontrados em três lotes. Para Aylton Fornari, presidente da Associação dos Supermercados do Estado do Rio (Asserj), a troca por qualquer produto é positiva para o consumidor.

Apesar da quarta-feira ter sido o primeiro dia oficial de troca do leite Elegê desnatado, muitos consumidores já tinham procurado os supermercados na semana passada. No Mundial (Centro) e no Guanabara (Tijuca), os gerentes contaram que, logo após o problema, muitos clientes correram para trocar seus produtos.

Até ontem (terça-feira), estávamos trocando tudo sem nota fiscal. Agora, trocamos o tipo desnatado sem nota e o integral apenas com comprovante de compra — disse Claudio Figueiredo, do Guanabara.

Como proceder:


Troca

A troca do leite produzido nos dias 31 de dezembro, 8 de janeiro e 14 de janeiro deve ser feita pelo comércio, bastando, para isso, que o consumidor apresente a embalagem (até mesmo vazia). Ela deve ser feita, preferencialmente, no estabelecimento onde a compra foi feita. Não é preciso mostrar a nota fiscal.

Dinheiro de volta

Se o consumidor preferir, ele poderá pedir o dinheiro pago pelo leite de volta. Segundo o Procon, se o cliente não tiver a nota fiscal, deverá ser considerado o valor atual do leite nas prateleiras.

Vale-compra


O Guanabara está dando ao consumidor a opção de ganhar um vale-compra no valor de R$ 2,39 (por cada caixa de leite), que pode ser usado para adquirir qualquer outra mercadoria. O Extra também permite a troca por outro produto.

Contato

Em caso de dúvidas ou problemas com a troca, os clientes poderão entrar em contato com o Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) da BRF: 0800-512198.



Fonte: Extra
Blogueira: Juliana Andrade - Face: Juju Tavares
PREFEITO MAX LEMOS EMPOSSA CONCURSADOS NA SAÚDE EM QUEIMADOS 
Novas convocações acontecerão em abril

O artigo 196 da Constituição Federal garante que a Saúde é um direito de todos e dever do Estado. Garantindo que essa ordem seja seguida, Queimados realiza avanços na pasta. Nesta quarta, 26 de março, o prefeito Max Lemos empossou 27 servidores do concurso para a Saúde no município nas especialidades de cirurgião dentista, enfermeiro, fisioterapeuta, cirurgião geral, clínico geral, geriatra, neurologista, oftalmologista, ortopedista, pediatra, psiquiatra, urologista, psicólogo, assistente social e agente administrativo. Os profissionais começam a atuar a partir da posse nos postos de saúde da cidade.  Na primeira quinzena de abril, mais profissionais serão convocados.


O prefeito, Max Lemos, deu as boas vindas aos novos funcionários e os convidou para ajudar na construção de uma Queimados melhor. “Em cinco anos de governo, tiramos a cidade do abandono, mas sabemos que precisamos avançar mais. Por isso, estamos focando nossos esforços para investirmos na Saúde dos nossos cidadãos. Realizamos concurso para termos conosco os melhores profissionais para que os queimadenses tenham serviço de qualidade. Os médicos empossados hoje e os que serão convocados em abril, vão atuar agora nos nove postos de saúde do município e em setembro irão trabalhar nas 10 novas unidades de saúde que vamos entregar para a cidade", afirmou. "E, em breve, teremos o início da obra do nosso sonhado hospital, que vai sair do papel e se transformar numa realidade moderna e que vai atender a população de toda a nossa região com 90% dos recursos vindo do governo federal. Por isso, convidamos aos novos funcionários a somarem conosco, serem engajados no objetivo de fazer a nossa cidade um lugar melhor para todos”, destacou Max.

A secretária de Administração, Andreia Regylaine, comunicou que novas chamadas serão feitas na primeira quinzena de abril. “Realizamos todos os processos administrativos com os 27 convocados de hoje. Todos eles foram considerados aptos nos exames admissionais e, por isso, tomaram posse hoje. Já formalizamos a lei que cria mais cargos para o concurso, e vamos ocupar as vagas dos desistentes e os que foram reprovados nos exames. Dessa forma, vamos convocar mais profissionais que devem estar recebendo sua convocação nos 15 primeiros dias de abril”, explicou Andreia.

A Secretária de Saúde Dr. Fátima Cristina anunciou que fará uma reunião com todos os convocados ainda esta semana para definir os postos de trabalho. “Iremos encaminhar os profissionais nos próximos dois dias para nossas unidades básicas e policlínicas”, informou a secretária. 


2º maior salário do Estado

Os médicos, Natália Horto e Carlos Batista, que cresceram juntos na Rua Quati, no bairro Fanchem, realizaram o sonho de infância de trabalhar na cidade onde cresceram e foram criados. “Estava aguardando ansiosa pelo concurso aqui no município. Meu principal medo era não conseguir terminar a especialidade em Neurologia a tempo do concurso. Mas o sonho foi realizado e prometo dar o meu melhor para a minha cidade atuando na profissão que escolhi e que amo”, contou a neurolista Natália. “Como queimadense eu acompanhei o crescimento da cidade em todas as áreas e é uma alegria poder participar deste momento de avanço na Saúde e poder levar cuidado e zelo para a população”, comentou o ortopedista Carlos.


Erich Curi, 33, anos foi o segundo colocado para a especialidade de urologia, mas o único a tomar posse na manhã desta terça, 26, no auditório da Procuradoria Geral do Município de Queimados. Para o profissional que mora na Barra da Tijuca, o salário foi um dos pontos fundamentais na hora de escolher a cidade para trabalhar. “Claro que o fato de eu ter um vínculo com a Baixada, já que nasci em Mesquita e morei anos em Nova Iguaçu, foram importantes para o meu retorno, tenho muitos amigos aqui, mas o salário foi primordial, haja vista que a cidade está oferecendo 100% de aumento para a minha categoria”, explicou Erich. 

Fonte: Prefeitura de Queimados
Foto: Felipe Bragança 
Blogueira: Juliana Andrade - Face: Juju Tavares

terça-feira, 25 de março de 2014

PREFEITO MAX LEMOS LANÇA OBRAS PARA REFORMA DE MAIS UMA UNIDADE ESCOLAR

Seguindo o objetivo de reformar todas as escolas municipais, o Prefeito Max Lemos anunciou a ampliação de mais uma. No mesmo bairro, Paraíso, além da reforma e ampliação da Unidade de Saúde Júlio Barros, que está sendo concluído, e das obras de drenagem, saneamento e asfalto no Novo Eldorado, bairro vizinho, agora, será a vez  da Escola Municipal Ana Maria dos Santos Perobelli, que receberá o investimento de R$1 milhão e 700 mil reais em obras de reforma e ampliação. Essa obra tem o objetivo de promover o bem-estar e a segurança dos alunos e faz parte do programa de recuperação do sistema de Educação.


As obras vão beneficiar os 445 alunos que estudam na unidade que atende da Educação Infantil ao 5º ano. Entre as melhorias  estão a reforma de todas as salas de aula, uma quadra poliesportiva, uma área de lazer infantil,  biblioteca, além da ampliação dos espaços físicos e um 2º pavimento com um novo refeitório. Durante as obras, os locais em reconstrução serão vedados para que as crianças não corram nenhum risco. E para que o aprendizado não seja afetado, será disponibilizada uma estrutura provisória para salas de aula durante a reforma.  As obras já iniciam na próxima semana e a previsão de entrega é de 6 meses.

O Prefeito Max Lemos, que visitou a unidade para lançar a obra, comentou ainda dos avanços na Educação. “O crescimento não pode parar em nossa cidade, principalmente em uma pasta tão importante quanto a Educação. Estamos lançando mais uma reforma de uma unidade e no próximo mês vamos entregar duas primeiras creches municipais da cidade, uma no Fanchem e outra no São Jorge, e também no mês que vem vamos entregar uma escola novinha, que vai funcionar dentro do Condomínio Ulisses Guimarães e atender  800 crianças do bairro e do Condomínio. Tudo isso, pra garantir aos nossos pequenos uma boa base para a construção de bons cidadãos”, explicou Max.


Para a Secretária de Educação Miriam Motta, o investimento se refletirá significativamente no aprendizado do aluno. “Com os espaços estruturados e reformados as crianças conseguem ter um ambiente totalmente favorável à aprendizagem pois as instalações novas propiciam bem estar e elevam a auto estima dos discentes. Este fato já vem trazendo mudança no desempenho escolar, prova disso foi o segundo lugar que conseguimos no IDEB da Baixada. No final de 2012 realizamos o concurso público para prover profissionais de qualidade para que o ensino melhore ainda mais. O esforço que o nosso prefeito Max Lemos está injetando na educação já mudou o quadro da pasta no município e, seguindo as orientações de Max,  estamos trabalhando para que este crescimento não pare”, concluiu Miriam.

Fonte: Prefeitura de Queimados
Fotos: Joyce Pessanha
Blogueira: Juliana Andrade - Face: Juju Tavares
QUEIMADOS PROMOVE CURSO DE PRIMEIRO SOCORROS PARA MESTRES DE ARTES MARCIAIS

Cerca de 20 mestres participaram do evento desenvolvido pela Defesa Civil municipal


A Defesa Civil de Queimados, na Baixada Fluminense,  em parceria com as secretarias municipais de Esporte e Lazer e de Educação, promoveu no último final de semana (22 e 23), um curso de Noções Básicas de Primeiros Socorros para Atividades Esportivas, tendo como público alvo mestres e professores de artes marciais. Sob o comando dos instrutores Carlos Rogério e André Faria, os participantes exercitaram o resgate de vítimas de acidentes, simulação de situações de urgência e emergência em casos de traumas, hemorragias, necessidades de massagem respiratória e engasgamentos. O evento que aconteceu na Vila Olímpica teve cerca de 20 mestres e árbitros de artes marciais chinesas como Kung Fu, Lian Going e Tai Chi Chuan.. Participaram das aulas os secretários Municipais de Defesa Civil, Machado Laz, e de Esporte e Lazer, Machado Laz, além do Sub-Secretário da Terceira Idade e Professor de Tai Chi Chuan, Antônio Amorim.



O Secretário Municipal de Defesa Civil, ao fazer o encerramento do evento, conclamou a todos para que divulguem os ensinamentos aprendidos no curso: “Que essa parceria não fique só no dia de hoje, mas que sirva de lição diária para cada um de nós”, ressaltou Machado . Ele também destacou que a instituição tem se fortalecido graças ao empreendedorismo do prefeito Max Lemos e à dedicação de todo os agentes. O professor Luis Carlos Monteiro, Secretário de Esporte e Lazer, dando boas vindas aos participantes, enalteceu a parceria firmada com a Defesa Civil e disse que espera que também se concretize com as academias de artes marciais ali representadas pelos seus líderes, objetivando o benefício da população queimadense: “Precisamos muito de mais espaço para este tipo de modalidade”, enfatizou Monteiro.


Mentor do Curso, Antonio Amorim, subsecretário municipal da terceira idade, e professor de Tai Chi Chuan, falou sobre importância dos cuidados e da preservação da saúde dos atletas em todas as modalidades esportivas, principalmente quando acontecem os contatos durante as competições: “Precisamos cada vez mais prevenir os males e cuidar de nossa saúde. Praticamos muito contato físico, por isso este curso é essencial para a prática de nossos esportes” Disse Amorim.

Participaram personalidades do mundo das artes marciais como o presidente da FWKFTERJ (Federação de Wushu e Kung Fu Tradicional do Estado do Rio de Janeiro), Alexandre Gomes Neto e o professor Lincoln dos Santos de Albuquerque, presidente da BWSA (Brazil Wushu Sanda Association).  










Fonte: Prefeitura de Queimados
Fotos: José Carlos dos Santos
Blogueira: Juliana Andrade - Face: Juju Tavares


POLÍCIA AMBIENTAL DO ESTADO REALIZA OPERAÇÃO CONTRA COMÉRCIO ILEGAL DE AVES SILVESTRES EM QUEIMADOS


O Comando de Policiamento Ambiental do Estado do Rio de Janeiro (CPAM) deflagrou no último domingo, 23, uma operação para coibir a venda ilegal de animais silvestres na feira livre do município de Queimados, localizado na Baixada Fluminense. A operação “Liberdade” contou com o apoio da Guarda Municipal Ambiental, que foi acionada pelo órgão estadual. Foram identificados 12 indivíduos que retiram os animais silvestres da natureza, além de transportar, distribuir e comercializar as aves de modo irregular, inclusive aves ameaçadas de extinção. O caso foi registrado na 55ª DP.
Ao todo, foram 34 pássaros apreendidos, de diversas espécies: Sanhaço (2), Pichanchão (2), coleiro (3), tie sangue (1), canário belga (1) e canário da terra (25). Também foram recolhidos pela polícia ambiental objetos vazios: alçapão (5), transporte (4) e gaiolas (2). Os envolvidos foram enquadrados na Lei Federal 9.605, que trata dos crimes contra a fauna e responderão em juízo. A pena prevista é de seis meses a um ano de prisão e multa. 
De acordo com o Tenente do CPAM, Fernando Santos, a punição poderá ser convertida em prestação de serviços sociais e doação de cestas básicas. “Os envolvidos foram detidos e conduzidos à 55ª DP para prestarem esclarecimentos sobre o caso. Os animais apreendidos não tinham documentação do IBAMA. Por ser um crime de menor potencial ofensivo, poderá ser convertido em assistência social, prestação de serviços ou até doação de cesta básica”, disse o Tenente Santos.
A operação “Liberdade” envolveu 15 policiais do Comando de Policiamento Ambiental do Estado do Rio de Janeiro e 4 Guardas Ambientais do Município de Queimados. Os órgãos recebem denúncias do gênero através dos e-mails: 
comsocial_cpam@pmerj.rj.gov.br 
guardaambiental.queimados.rj@gmail.com.


Fonte: Prefeitura de Queimados

Fotos: Joyce Pessanha

Blogueira: Juliana Andrade - Face: Juju Tavares

segunda-feira, 24 de março de 2014

TESTEMUNHAS SOBRE O CASO DE CLAUDIA SILVA ARRASTADA POR CARRO DA PM


Testemunha diz que corpo foi abandonado por 30 minutos na rua
‘O corpo da Claudia ficou abandonado na rua por mais de meia hora". É com este desabafo que a única testemunha do momento em que Claudia Silva Ferreira, de 38 anos, foi baleada, no último domingo, afirma, com riqueza de detalhes, que os PMs foram os responsáveis pela morte da servente. Segundo a testemunha, os PMs estavam a menos de três metros de distância de Claudia quando fizeram os disparos.

"Os policiais dobraram a esquina e deram de frente com ela. Um deles apontou a arma (ela diz ser um fuzil) e atirou umas seis vezes", relembra a testemunha, que é vizinha de Claudia no Morro da Congonha. No dia do crime, ela teria visto os dois policiais descendo da mata antes de os tiros serem disparados. Segundo a moradora, os PMs estavam andando tranquilamente até verem Claudia. "Eu estava logo atrás deles e vi tudo. Acho que eles pensaram que Claudia fosse bandido", conta ela, que na sexta prestou depoimento na 29ª DP (Madureira).

Após os tiros, a vizinha da servente voltou correndo para casa com medo. Dez minutos depois, ela saiu novamente e viu que Claudia ainda estava lá. "Ela já estava morta. Fiquei apavorada e chamei os moradores. Trinta minutos depois, os mesmos policiais voltaram na maior calma", explica a testemunha, que desmente outra versão dos PMs: a de que Claudia foi no porta-malas porque não dava para abrir a porta traseira, já que a viatura estava em um beco. "Beco? Era uma rua normal, de cinco metros de largura", acrescenta. Quando a viatura passou pela Avenida Intendente Magalhães, o corpo da servente ficou pendurado na mala e foi arrastado por 350 metros. Na sexta, os três policiais foram soltos, por uma decisão da Justiça.

Outras pessoas dizem ter visto a morte de Cláudia

Aém de duas testemunhas que já prestaram depoimento sobre os tiros que atingiram a servente Cláudia Silva Ferreira, no dia 16 no Morro da Congonha, outras duas pessoas, que afirmam ter visto de longe o fato, devem ser ouvidas hoje. Ontem, moradores e parentes fizeram uma festa de aniversário para os filhos gêmeos da vítima.

Segundo o advogado da família de Cláudia, João Tancredo, estas novas testemunhas podem reforçar o que já foi dito por uma vizinha, que afirma ter presenciado o momento dos dois policiais militares balearem Cláudia.

"Temos mais duas pessoas que estavam no alto de uma casa, do outro lado da rua, a cerca de 30 metros de distância, que confirmam a versão da vizinha", explica Tancredo. Ele irá se reunir hoje com o deputado estadual Marcelo Freixo, presidente da Comissão de Direitos Humanos da Alerj, para analisar o pedido de proteção às duas testemunhas que já foram ouvidas.

Nesta semana, o caso sobre a morte de Cláudia pode tomar um rumo certeiro, pois o resultado da perícia complementar, solicitada pelo advogado da 29ª DP (Madureira), deverá sair nos próximos dias. Carlos Henrique Machado pediu ao Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE), informações sobre o tipo da arma usada no homicídio e uma estimativa do tempo da morte.

Fonte: Meia Hora
Blogueira: Juliana Andrade - Face: Juju Tavares